Fotos: Divulgação / Cunha 

O MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba recebe, no próximo dia 13 (quarta-feira), às 14h, uma visita técnica da comissão de implantação do Museu da Cerâmica de Cunha. Os integrantes vêm conhecer a estrutura existente em Caraguá para levar ideias à cidade do Vale do Paraíba.

O Museu da Cerâmica de Cunha é um projeto ainda em desenvolvimento. Joás Ferreira, representante da Secretaria de Turismo e Cultura de Cunha, afirma que a comissão por trás da implantação do projeto busca “reconhecer o MACC, vendo as soluções encontradas para o ambiente [em Caraguá], e trocar experiências que possam ser adaptadas à nossa realidade [museu que será aberto em Cunha]”.

Além de Joás Ferreira, entre outros membros da comissão visitantes, estará a ceramista japonesa Mieko Ukeseki, pioneira da arte no Vale do Paraíba, além de representantes do setor de Planejamento e Obras do Município.

Recentemente, o MACC foi classificado como “acima da média” em relação à maioria das estruturas de museus encontrados no interior do estado de São Paulo. Dos três níveis de avaliação, foi considerado como nível 2, sendo o número 1 o mais básico.

A análise foi feita por Tina Lopes, coordenadora do Museu Monteiro Lobato, de Taubaté, e articuladora do Encontro Regional de Museus, cuja 5ª edição foi realizada no último dia 22/12, em Caraguatatuba. O encontro foi promovido pelo Governo do Estado, através do Sistema Estadual de Museus (Sisem), de sua Secretaria de Cultura, e apoio da Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba.

Mais informações pelo site fundacc.sp.gov.br ou pelo Facebook (Facebook.com/fundacc).