A FUNDACC tem a missão de fomentar a produção e difusão cultural do município, primando pela democratização do acesso da população a bens culturais de qualidade por meio de suas ações.

Fachada da FUNDACC

O desenvolvimento cultural da cidade se deu através da criação da FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, prevista na lei orgânica do Município de 1989, mas concretizada pela Lei 282, de 30 de dezembro de 1992. Instalada em janeiro 1993, teve como primeiro presidente, o Dr. Pedro Norberto dos Santos para o biênio 93/95. A FUNDACC é uma instituição destinada à pesquisa, difusão artística, literária e de educação profissional, com ações culturais em todos os bairros do município. Outro fator importante para o desenvolvimento cultural do município foi a criação do Arquivo Público do Município, em março de 1998, órgão subordinado à Fundacc, que está dando continuidade aos trabalhos do Centro Cultural do Litoral Norte, resgatando a história da cidade e preservando a memória caiçara através da coleta de documentos probatórios e da história oral. Em 12 de junho de 2002, foi inaugurado o Pólo Cultural Profª. Adaly Coelho Passos, no antigo prédio do Grupo Escolar, que sofreu adaptações para abrigar o MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba, Arquivo Público do Município de Caraguatatuba “Arino Sant´Ana de Barros”, Videoteca “Lúcio Braun” e Biblioteca de Artes. O museu apresenta a sala de exposição permanente onde está exposto um panorama da história do município com fotos, textos e objetos antigos; Sala Caiçara, ambientada com fotos e cenografia de moradia típica caiçara, além da Casa da Farinha, ambiente que retrata a forma artesanal da produção de farinha de mandioca. A sala de exposição temporária é utilizada para mostras de diferentes manifestações artístico-culturais.

A Fundacc vem organizando e dando sustentação às diversas atividades culturais na cidade nas áreas de arte, música, dança, teatro, artes plásticas, cinema/vídeo, artesanato, folclore e literatura, com as publicações dos livros: “Santo Antônio de Caraguatatuba – Memória e Tradições de um Povo”, “Pescadores de Caraguatatuba: História e Estórias, “Causos e Contos de Caraguatatuba” Vol. I e II, “Recanto Casa Branca, Uma Questão de Cidadania”, publicadas entre os anos de 2000 e 2002.

A FUNDACC tem-se preocupado em divulgar manifestações artístico-populares da cidade e região, apoiando grupos como a Folia de Reis, o Moçambique, Maculelê e Puxada de Rede, objetivando a preservação das tradições culturais. Tem sido de fundamental importância para Caraguatatuba sua participação nos projetos “Mapa Cultural Paulista”, que tem como objetivo revelar novos talentos, ressaltar a produção cultural municipal, regional e estadual nas áreas de teatro, fotografia, desenho-humor, dança, literatura, artes plásticas; “Revelando São Paulo” que ressalta as culturas tradicionais do Estado de São Paulo como artesanato, culinária, danças, folguedos e festas populares.

Presidente Silmara Selma Mattiazzo Bolognini

Silmara Selma Mattiazzo Bolognini

Professora graduada em Pedagogia e História com Habilitação em Administração Escolar e Pós-Graduações em Psicopedagogia no Processo Ensino Aprendizagem e em Gestão Pública. Foi professora de Educação Infantil na Prefeitura de Caraguatatuba, diretora escolar nas EMEFs Profª Maria Aparecida Ujio e Profº Alaor Xavier Junqueira. Exerceu cargo de Secretaria Municipal de Educação e representante da União dos Dirigentes Municipais de Educação de São Paulo (Undime). Em 2006 recebeu o Prêmio CEPAM de Educação Infantil por meio de projetos realizados envolvendo diversas áreas como social, saúde, entre outras. De 2008 a 2012 ocupou a cadeira de vereadora no Legislativo caraguatatubense. Desde janeiro de 2017 ocupa a presidência da Fundacc.