Praça ficou lotada na noite de sábado – Fotos: JC Curtis/Fundacc

Com a Praça do Caiçara lotada, a final do 10º Concurso de Machinhas de Caraguatatuba foi a atração da noite de sábado. Com 101 pontos, a música ‘Devo, não Nego’, do publicitário Rogério Naccache foi a grande campeã da noite.

Em segundo lugar, com 95 pontos, ficou a marchinha ‘É de Tremer’, de Marcelo Dubau e Maestro Zé Maria. Já a terceira posição foi para Celso Cândido da Cruz que cantou a Marcha Rancho ‘Declaração de Amor’ e recebeu 95 pontos dos jurados.

A presidente da Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, Silmara Mattiazzo, destacou a importância da participação de todos – foram 22 inscritos e 10 finalistas – o que tem aumentado a cada ano o nível das marchinhas executadas.

Por isso, em homenagem aos 10 anos do concurso, a Fundacc lançou o CD ‘Machinhas Campeãs do Carnaval de Antigamente – 2019-2017’.

Este ano, a Fundacc entregou R$ 3 mil ao primeiro colocado, R$ 2 mil ao segundo e o R$ 1 mil ao terceiro, mas todos os finalistas foram agraciados com Certificado de Participação.

Para Naccache, o sentimento da conquista do concurso é o melhor possível, até porque é o segundo que ganha, dos cinco que participou. “O melhor é ajudar a ter um Carnaval bacana, de verdade, engrandecer essa festa, sem violência e sem baixaria. Adorei”.

As marchinhas vencedoras serão tocadas durante os bailes do Carnaval de Antigamente nas praças Dr. Cândido Motta (Centro), Geraldo Pereira da Costa (Travessão) e Isaías de Souza (Porto Novo). Elas também serão executadas nas rádios locais.

Confira abaixo as 3 Marchinhas campeãs

1º Lugar

DEVO NÃO NEGO

De: Rogério Naccache 

Devo, não nego, pago  quando tiver

Devo, não pago, e nego enquanto eu puder

 

O gerente do meu banco já entrou em depressão

To devendo na farmácia to devendo pro patrão

O meu sogro ta de bronca e me disse muito sério

Ou CE paga o que me deve ou vai parar no cemitério

 

Devo, não nego, pago  quando tiver

Devo, não pago, e nego enquanto eu puder

 

Já rasguei talão de cheque e já quebrei o meu cartão

To devendo pro estado, pra cidade e pra União

Todo mundo me cobrando eu respondo sua pergunta

Vocês vão ver essa grana é no dia de São Nunca

 

Devo, não nego, pago  quando tiver

Devo, não pago, e nego enquanto eu puder

 

Eu já sei que o dinheiro não compra felicidade

Mas não sei qual é a graça de passar necessidade

Já fui rico, já fui pobre e hoje digo com certeza

Mesmo sem nada no bolso, eu sou a cara da riqueza

 

2º Lugar

É DE TREMER    

Introdução: música incidental “O Guarani”(Carlos Gomes) e “O Circo”

Letra: Marcello Dubau e Maestro Zé Maria

 

Deu ruim, cê viu?

Virou manchete

A gravação que explodiu!

Deu ruim, cê viu?

O tamanho dessa mala

É de tremer o meu Brasil

 

É conversinha pra cá

É conversinha pra lá

Haja grana

Pra essa cambada sustentar

E a pergunta que não quer calar é…

E o nosso onde é que está?

 

3º Lugar

MARCHA RANCHO “DECLARAÇÃO DE AMOR”

De Celso Candido da Cruz

Ainda não existe um poeta

Pra trovar o nosso a dimensão do nosso amor

Nem melodia ou uma harmonia

Para entoar a união dos nossos corações

 

A lua branca foi a testemunha

Da declaração de amor

Que um dia eu te fiz

 

Te amo tanto, te amo tanto

Mesmo que um dia

Nosso caminho chegue ao fim

 

Uma semente irá brotar

Surgindo flores sem parar

Eternamente para sempre vou te amar…